Bolsa de Valores Brasileira: passo a passo de como investir

Bolsa de Valores Brasileira: passo a passo de como investir

Você sabia que a Bolsa de Valores Brasileira é a B3? É a principal entidade de transações monetárias no nosso país e é sediada na cidade de São Paulo.

Antigamente, o Brasil possuía duas bolsas de valores a Bovespa e a BM&F (Bolsa de Mercadorias e Futuros).

E até hoje algumas pessoas confundem achando que elas ainda existem, mas a empresa B3 (Brasil, Bolsa, Balcão) que assumiu a fusão das duas em uma.

Sendo ela a administradora atual da bolsa de valores nacional!

Hoje o nosso papo será sobre a Bolsa de Valores Brasileira, conheça as principais características, como a bolsa funciona, seus horários e muito mais.

Banner inscrição na lista de interessados para assinatura

Bolsa de Valores brasileira quando surgiu?

Entenda a história da Bolsa de Valores Brasileira

A B3 surgiu sob o formato atual após a fusão da Bolsa de Valores, Mercadorias e Futuros de São Paulo (BM&F e BOVESPA) com a Central de Custódia e de Liquidação Financeira de Títulos (CETIP), aprovada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) em 2017.

Porém, sua fundação de fato é considerada em 1890, quando a Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) foi criada.

A sigla B3 significa Brasil, Bolsa e Balcão.

Hoje, a Bolsa de Valores Brasileira é a maior da América Latina e a única bolsa brasileira em operação. A sua capitalização de mercado passa de 4 trilhões de reais.

Quais os tipos de ativos são negociados na bolsa brasileira?

Atualmente, a B3 possui uma quantidade muito maior de possibilidades de investimento do que há alguns anos atrás. 

Conheça alguns desses ativos:

Fundos de índices (ETFs)

A sigla ETFs significa Exchange Traded Funds e representa os fundos de investimento negociados na bolsa de valores, como se fossem uma ação.

Para investir neste ativo, as empresas passam por um rigoroso processo de aceitação nessa etapa. É algo burocrático com várias análises e auditorias que custam caro e que nem todas empresas podem pagar.

Porém, a vantagem desse tipo de ativo é que os ETFs geralmente replicam o desempenho de algum índice de referência ou segue uma cesta de determinada classe de ativos, o que pode facilitar a entrada de investidores iniciantes.

Por exemplo, é possível comprar o ETF BOVA11, que replica o desempenho do Ibovespa, índice com as maiores ações do Brasil.

Fundos de Investimento Imobiliário (FIIs)

Os Fundos de Investimento Imobiliário recebem ganhos em cima da compra, venda e aluguel de imóveis administrados pelo gestor do fundo.

É uma ótima forma de investimento para os amantes do setor imobiliário e para aqueles que querem guardar o dinheiro investido a longo prazo.

Além disso, também é ótimo para quem deseja receber um “aluguel” recorrente com seus investimentos, afinal os FIIs pagam dividendos mensalmente.

Ações

As ações são as mais conhecidas quando pensamos em Bolsa de Valores. Ao comprarem esses ativos, os investidores adquirem uma pequena parte da empresa. 

Para efetuar esse tipo de operação, a instituição deve estar inscrita na listagem dos pregões da B3.

E, ao comprar a ação de uma empresa, você passa a ser “sócio” dela e tem direito a receber parte da distribuição dos lucros quando a empresa pagar dividendos aos acionistas.

Dependendo da empresa, você pode receber seus dividendos mensal, trimestral, semestral ou anualmente.

Contratos futuros

Os contratos futuros funcionam na mesma lógica do mercado de opções. Porém, aqui os contratos são feitos com base em outros produtos do mercado financeiro como as commodities.

Neste tipo de negociação, é acertado um preço fixo para uma venda ou compra futura. São também muito voláteis e exigem um conhecimento muito técnico para evitar prejuízos, então se você é novo nessa área financeira, opte por outros tipos de ativos.

Alguns dos contratos mais buscados na B3 são: dólar, petróleo, café, milho, soja e boi (gado).

Horário de funcionamento da bolsa brasileira

Desde o dia 3 de novembro de 2020, a Bolsa de Valores Brasileira estava funcionando em horário estendido para se adaptar à bolsa de Nova York (que estava a duas horas de diferença para o horário de Brasília). 

Porém, em março deste ano (2021), os Estados Unidos passaram a adotar o horário de verão, a diferença entre Brasil e Nova York voltou a ser de apenas uma hora, o que permite que a B3 volte a operar em seu horário normal.

Assim, a partir de 15 de março de 2021 a B3 voltou a operar em seu horário normal, com as negociações sendo encerradas às 17h do horário de Brasília. Desse modo, o Ibovespa abre às 10h, com o fechamento às 17h.

Porém, com essa mudança no horário, negociações das 17h30 às 18h, chamadas de “After Market”, voltam a acontecer.

After Market

After Market é um serviço oferecido aos investidores pela Bolsa de Valores de São Paulo que possibilita o acesso de pequenos e médios investidores que não têm chance de operar durante o pregão principal. 

Ou seja, nada mais é do que um horário extra de funcionamento da bolsa.

Existem algumas restrições durante o After Market, como o limite máximo de operações de 900.000,00 reais por CPF e os preços negociados não podem sofrer variação superior a 2% em relação ao fechamento no pregão normal.

Horários

  • Das 17h25 às 17h30: fase de pré-abertura, na qual será permitido o cancelamento das ofertas registradas no período regular;
  • Das 17h30 às 18h00: fase de negociação.

No horário de verão:

  • Das 18h25 às 18h30: fase de pré-abertura, na qual será permitido o cancelamento das ofertas registradas no período regular;
  • Das 18h30 às 19h00: fase de negociação.

Por que investir na bolsa de valores do Brasil?

Entenda o porquê investir na bolsa de valores brasileira

A Bolsa de Valores Brasileira é uma ótima opção para quem tem foco no longo prazo, pois poderá investir em empresas com bons fundamentos.

A forma mais comum de investir pela B3 é através de ações, pois suas vantagens se destacam: isenção de imposto de renda para transações de vendas mensais de até 20 mil reais (exceto day trade), possibilidade de investir pequenas quantias, alto potencial de rentabilidade e a possibilidade de diversificar sua carteira para reduzir os riscos.

Além disso, o investimento em ações pode trazer duas formas distintas de ganhos: a valorização e os dividendos. 

Ou seja, você ganha com a subida de preços das cotas, caso o mercado esteja favorável e você escolha boas empresas. Assim, quando vender suas cotas, poderá embolsar o lucro.

Mas caso você decida manter suas ações, então passará a receber os lucros distribuídos pela empresa. 

Como acionista, você também é sócio, e, portanto, tem direito aos dividendos e outras bonificações.

Empresas grandes e consolidadas são, geralmente, boas pagadoras de dividendos. Os valores podem chegar a 10% ao ano. Porém, essas companhias tendem a se valorizar menos.

Entretanto, empresas menores costumam pagar poucos proventos, mas podem ter uma boa valorização ao longo dos anos, até que se tornem boas pagadoras também. Você irá escolher de acordo com o que se encaixa mais na sua realidade.

Como acompanhar a bolsa de valores brasileira?

Acompanhe a bolsa de valores brasileira em tempo real pela internet

Pelo site da B3, é possível acompanhar o gráfico de vários índices, como o Ibovespa, fazer comparações entre índices, saber o volume total de dinheiro negociado no dia, ver valores de ações das empresas, entre outras informações. 

O acesso está disponível para qualquer pessoa, mesmo para aqueles que não investem na bolsa. 

Outra forma é através dos home brokers (programa para compra e venda de ações que o investidor precisa acessar para negociar na bolsa) das corretoras. 

Esta maneira é mais utilizada por aqueles que já têm dinheiro aplicado em renda variável e possuem uma conta em uma corretora. 

E ainda há uma terceira forma de se manter informado sobre a Bolsa de Valores do Brasil: através de aplicativos para smartphones. 

Existem vários desenvolvidos para essa finalidade, como Investing, TradingView, Bloomberg e  Yahoo Finance.

Lembrando que alguns celulares já vem com um app próprio sobre a Bolsa de Valores.

Bolsa de Valores brasileira: passo a passo de como investir

Aprenda como a investir na B3

1. Primeiro de tudo, você precisa de uma corretora para investir na Bolsa de Valores Brasileira, intermediando a operação e garantindo um investimento seguro.

A melhor corretora é aquela que pensa nas suas necessidades, oferece todas as condições para você conduzir seus investimentos com autonomia e não cobra a mais por isso.

Atualmente, existem várias corretoras de valores no mercado que se destacam, como XP Investimentos, Easynvest, Toro Investimentos, Rico e Clear Corretora.

Elas te ajudam a saber quais são as melhores ações para comprar hoje e ainda a entender qual modalidade é mais compatível com o seu perfil. 

  • Como abrir conta em uma corretora de valores?

Geralmente, o que você precisa é enviar um documento de identidade, comprovante de residência e preencher uma ficha de cadastro. 

Então, você espera a confirmação da corretora e envia o dinheiro que deseja investir através de uma transferência bancária.

Quantos investidores brasileiros existem na bolsa de valores?

Veja mais informações interessantes sobre a bolsa de valores brasileira

De acordo com o Valor Investe, o número de investidores como pessoas físicas cadastradas na B3 deu um salto de 92,1%, alcançando 3.229.318 de contas no fim de 2020. 

É uma evolução e tanto para o mercado de capitais brasileiro, mas é importante destacar que apenas 3% da população investe em ações, enquanto países como Estados Unidos e Japão chegam a 55% e 45%, respectivamente.

Porém, a Bolsa de Valores Brasileira não divulga o número de CPFs únicos de investidores. 

Ou seja, se você tem duas contas em corretoras diferentes a B3 considera como dois investidores diferentes. Concorda com essa conta?

Quem pode investir na bolsa de valores?

Qualquer pessoa com um capital pequeno pode investir e operar aplicando em ações e outros valores mobiliários na B3 se seguir os passos que falamos anteriormente.

Como declarar imposto de renda de investimentos na Bolsa de Valores?

Se você realizou operações em bolsas de valores (brasileiras ou estrangeiras), de mercadorias, de futuros e outras operações parecidas, então é preciso apresentar a Declaração de Ajuste Anual para a Receita Federal, referente ao ano-calendário em questão.

Esta declaração é obrigatória para todos os investidores que tenham negociado os ativos em seu portfólio. 

Ou seja, você deve declarar, mesmo que não se encaixe nos demais requisitos da Receita Federal, como ter recebido rendimentos tributáveis acima do valor estabelecido.

Os seus dados são compartilhados com a Receita Federal pela instituição financeira que você utiliza para realizar as negociações. 

Assim, são geradas informações sobre as operações que o investidor ou especulador realizou.

Os pagamentos de Imposto de Renda Retido na Fonte (IRRF) realizados nas operações feitas na bolsa de valores estão vinculados ao seu CPF, isto se chama dedo-duro. 

Com isso, os riscos de ter problemas com o Fisco, caso não faça a declaração, são grandes. Então, se você deseja virar um investidor, lembre-se sempre de declarar o imposto e não perca o prazo.

Como preencher a declaração de Imposto de Renda?

Para o preenchimento da declaração do Imposto de Renda (IR), é necessário baixar o software da Receita Federal e seguir os passos. O saldo que tem em ações deve ser declarado da seguinte forma:

  • Escolha a opção “Bens e Direitos”;
  • No campo “Código”, selecione o item 31 para ações;
  • Discriminação: especificar a quantidade ações, o nome da empresa/ticker papel e CNPJ e  a corretora utilizada para a compra;
  • Preencha a sua posição no intervalo no ano anterior;
  • Repita os mesmos procedimentos com cada uma das ações.

Para declarar rendimentos isentos no Imposto de Renda, siga os seguintes passos:

  • Acesse o campo “Rendimentos Isentos e Não Tributáveis”;
  • Selecione o item 18 para ganhos de capital com ações que não ultrapassem 20 mil reais;
  • Em “Tipo de Beneficiário”, escolha “Titular” se você for o investidor;
  • Em “CNPJ da Fonte Pagadora”, preencha com CNPJ da instituição financeira;
  • No campo “Valor”, informe a soma total dos seus rendimentos recebidos pela corretora.

4 aplicativos ou ferramentas para simular investimentos

Como acompanhar a bolsa de valores brasileira e realizar simulações

Se você não quer investir logo de cara e deseja fazer uma simulação antes, saiba que é possível!

Existem algumas ferramentas que possibilitam você fazer isto, como Banco do Brasil, Easyvest, Toro Investimentos e Investir em Quê? 

Simplifique seus investimentos assine uma casa de análise

Agora que você já sabe tudo sobre a bolsa de valores do Brasil, que tal começar a investir lá através das ações? 

A O2 Research te ajuda nessa jornada, aqui, nós te enviaremos semanalmente relatórios de análise das empresas que são escritos pelo nosso time de especialistas.

Com apenas uma assinatura você terá acesso a todos os relatórios: da carteira de investimentos Brasil, EUA, Criptomoedas, recomendações de operações com Commodities e Opções e a Carteira Quant. 

Se você ainda não sabe sobre o que se trata cada um desses tipos de investimentos e como eles podem ajudar a alavancar seus investimentos por meio da diversificação de ativos, fique atento aos outros textos que estamos disponibilizando por aqui e claro, nas nossas redes sociais.

Quando dissemos que a O2 Research veio para revolucionar o jeito de ser das casas de análise, estávamos falando sério, aqui você vê muito mais do que notícias, você aprende para investir mais fácil.

Banner inscrição na lista de interessados para assinatura

Conclusão

O mundo dos investimentos é uma ótima oportunidade para quem quer ver seu dinheiro render a curto ou a longo prazo.

A melhor maneira para começar é ir estudando sobre o mercado, principalmente o cenário nacional. A B3 possibilita que qualquer pessoa com um capital pequeno invista nas suas ações. 

Desta forma, fica mais fácil de você entender o passo a passo, qual o seu perfil de investidor e depois partir para Bolsas de Valores internacionais.

E mesmo que você não tenha tempo para estudar, mas quer ver seu dinheiro rendendo mais, saiba que pode contar com uma Casa de Análise como a O2 Research para te ajudar a simplificar esse processo.

Gostou do texto? Compartilhe com quem também precisa entender mais sobre a Bolsa de Valores Brasileira.

5 1 vote
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments